terça-feira, 17 de outubro de 2017

É seguro comprar medicamentos para melhorar a ereção pela internet?


Geralmente, não. Os consumidores devem ter muito cuidado ao comprar qualquer medicamento pela internet. Muitas vezes, a medicação recebida é falsa. Na verdade, um estudo recente no Journal of Sexual Medicine descobriu que 77% dos sites que reivindicavam a venda de Viagra enviaram um produto falsificado.


Por que as falsificações são perigosas? Aqui estão alguns dos motivos:

• Eles podem ser fabricados em locais com controle de qualidade fraco. Isso significa que a fábrica pode não ser regulamentada e pode não seguir as mesmas regras de segurança que uma fábrica legalizada.

• Podem conter substâncias nocivas. Por exemplo, pesquisadores encontraram pó de talco e tinta de impressora em amostras falsas de Viagra. Alguns medicamentos falsificados não são fabricados em instalações sanitárias.

• Podem incluir quantidades incorretas de ingredientes ativos ou inativos. Os consumidores podem acabar tomando muito pouco ou muito de um ingrediente, o que pode causar problemas.

• Eles podem vir sem instruções ou um folheto informativo para pacientes. Se não houver nenhum folheto informativo fornecido, um homem pode não saber que ele está tomando algo que poderia prejudicá-lo. Tomar uma medicamento incorretamente ou ter uma interação de drogas pode ser perigoso ou mesmo fatal. Por exemplo, alguns homens não podem tomar drogas para Disfunção Erétil (DE) porque interferem com medicamentos que já estão tomando, como os nitratos.

• Eles podem impedir que homens vejam um profissional de saúde. Alguns homens compram medicamentos pela internet porque estão envergonhados de discutir a disfunção erétil com um médico. No entanto, a DE pode ser um sintoma de outra condição médica, como diabetes e doença cardíaca. Consultar um médico sobre DE pode levar a exames e tratamentos importantes para estas condições.

Medicamentos falsificados podem causar morte. Estudos têm demonstrado que pessoas morreram usando falsificações, incluindo falsos medicamentos para disfunção erétil.

É importante notar que nem todos os medicamentos comprados na internet são falsificados. Os medicamentos genéricos para DE estão disponíveis em alguns países e podem ser encontrados de forma segura on-line. Por exemplo, o Canadá é o último país a permitir um genérico para o Viagra, denominado Novo Sildenafil.


Como você pode dizer se um medicamento é falsificado?

Às vezes, é muito difícil dizer. Os falsificadores tentam tornar seu produto tão autêntico quanto possível, desde o tamanho, a forma e a cor da pílula até o logotipo na embalagem. Os consumidores que não tem certeza sobre seus medicamentos devem considerar essas questões:

  • O vendedor possui um endereço físico em seu site? Muitos falsificadores não.
  • O vendedor precisa de uma receita médica? Em muitos países, os consumidores precisam de prescrições para comprar medicamentos como o Viagra.
  • O vendedor exige um prontuário? É importante consultar um médico antes de iniciar qualquer medicação para se certificar de que é seguro para o paciente.
  • O medicamento vem em uma embalagem segura? As embalagens blister estão seladas? O medicamento é enviado em sacos de plástico não marcados ou em recipientes não vedados?
  • O medicamento vem com uma folha de informações ou um folheto informativo? Existem instruções sobre como levá-lo?
Os consumidores devem certificar-se de que todos os seus medicamentos vêm de laboratórios legítimos. Se um medicamento parece suspeito, um médico ou farmacêutico deve ser notificado.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

O que podemos dizer sobre o desejo sexual de uma pessoa pela forma de seu rosto?


De acordo com um novo estudo publicado na revista Archives of Sexual Behaviour, pessoas com maior “proporção de largura para a altura facial” (PLAF) possuem maior desejo sexual.

Os homens, mas não as mulheres, com uma PLAF alta também eram mais propensos a trair e a curtir sexo casual.

Um rosto como o de Brad Pitt possui uma PLAF alta, em oposição a um rosto com uma menor PLAF, como o de Benedict Cumberbatch, por exemplo.


Método

Os pesquisadores, liderados por Steven Arnocky, professor da Universidade de Nipissing (Canadá), queriam descobrir se e como a forma do rosto afetava os desejos sexuais de uma pessoa.

Para isso, eles examinaram os resultados de dois estudos separados.

No primeiro, 145 estudantes heterossexuais em um relacionamento sério foram convidados a completar uma pesquisa sobre seu comportamento interpessoal e desejo sexual, com perguntas como “Com que frequência você experimenta desejo sexual?” e “Com que frequência você tem orgasmos em um mês?”. Fotos dos rostos dos participantes foram utilizadas para calcular a PLAF.

Os cientistas expandiram essas descobertas em um segundo estudo maior, envolvendo 314 alunos. Desta vez, eles responderam questões sobre sua orientação sexual, sua fidelidade a um parceiro de longo prazo e seu desejo sexual. Também falaram como se sentiam em relação ao sexo casual (de desconfortáveis a relaxados com a ideia). Mais uma vez, fotografias foram tiradas para determinar a PLAF.



Resultados

Em ambos os experimentos, homens e mulheres com maior PLAF tenderam a ter maior desejo sexual.

O segundo estudo descobriu que os homens, mas não as mulheres, com maior PLAF eram mais propensos a curtir ou sentir-se confortável sobre o sexo casual, bem como eram mais propensos a considerar uma traição. No geral, os homens indicaram uma maior preferência em relação ao sexo casual e à infidelidade do que as mulheres.

Esses resultados se relacionam com pesquisas anteriores que descobriram que homens com maxilar quadrado (ou seja, com maior PLAF) possuem níveis mais altos de agressão e dominância social. Geralmente, eles são considerados uma opção mais atraente para relacionamentos de curto prazo do que homens com um rosto mais alongado, mas nem sempre são as melhores escolhas para uma relação de longo prazo.

Isso provavelmente se resume aos níveis de testosterona a que os homens são expostos quando adolescentes e no útero. Tais níveis afetam não só a forma do rosto, mas também o comportamento e o desejo sexual.

“Juntos, esses achados sugerem que as características faciais podem transmitir informações importantes sobre motivações sexuais humanas”, concluiu Arnocky. [IFLS]

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Pilates é para homem, sim! Método ajuda a tonificar músculos e melhora o sexo

Especialista explica detalhes dessa prática que traz inúmeros benefícios para o corpo, entre eles a melhora da flexibilidade e a prevenção de dores

Imagem: Shutterstock

O pilates nada mais é do que exercícios físicos e alongamentos que não precisam de todo o aparato de uma academia para serem executado, pois o peso do próprio corpo é usado durante a atividade. Os benefícios são inúmeros, mas muitos homens ainda tem preconceito com a prática por acharem que é algo exclusivo para mulheres.

Essa ideia é um grande equívoco, visto que, logo no início, quando surgiu o pilates , a maiorias dos adeptos eram homens – principalmente atletas. Só depois as mulheres tomaram gosto pela coisa e passaram a ser fiéis ao método.


Principais benefícios

Se você acredita que a musculação é o único caminho para obter um corpo saudável e em forma, saiba que está enganado. “O método trabalha o corpo como um todo de forma integrada e consciente, usando a contração muscular sem tensões para as extremidades. A respiração tem um papel fundamental para a prática”, explica Sérgio Borges, educador físico da Pure Pilates.

O especialista garante que os benefícios são muitos e destaca os seguintes:

  • Tonifica os músculos do corpo todo;
  • Melhora o desempenho sexual;
  • Melhora o desempenho em qualquer outro esporte;
  • Melhora a flexibilidade e o alongamento;
  • Define o abdômen de forma eficiente;
  • Previne dor nas costas;
  • Diminui as tensões do dia a dia aliviando o stress;
  • Melhora a coordenação motora;
  • Auxilia na redução de peso;
  • Melhora a respiração.


Tradicional x Clássico

O método segue duas linhas, sendo uma chamada de "tradicional" e a outra de "clássica" ou "contemporânea". "O tradicional trabalha com técnicas com a coluna retificada, que é quando deixamos todo apoio da lombar no solo, mas esta postura é algo questionável, por isso, esta opção está com os dias contados. São raros os locais que ainda mantêm essa metodologia", fala Sérgio.

Estudos recentes comprovam que trabalhar com a coluna neutra fortalece toda região do abdômen e costas. "A coluna possui curvaturas que têm a função de absorver impactos. O bom posicionamento da coluna neutra favorece o posicionamento correto das demais articulações. Toda mobilidade de coluna é bem-vinda e a coluna retificada não oferece esta mobilidade", explica o especialista.

Já a forma clássica trabalha com a coluna neutra, obedecendo às curvaturas fisiológicas do corpo, com técnicas mais atuais e embasadas nas descobertas científicas dos últimos 25 anos.


Ajuda é imprescindível

É preciso ter claro que cada pessoa tem um perfil diferente e vai precisar de algo que atenda as próprias necessidades. A ajuda de um profissional é imprescindível para que você possa aproveitar ao máximo os benefícios desse método, pois a pessoa com um olhar clínico pode fazer correções, atender as necessidades primárias e garantir que os movimentos sejam feitos de forma lenta e sustentada e com uma técnica de respiração adequada.

“Os homens de maneira geral sofrem mais com o método que exige uma concentração e coordenação maior”, relata o especialista. “A maioria, quando vem da musculação, está acostumado a trabalhar o músculo de forma separada/individual e no método trabalhamos o corpo de forma integrada, como um todo, exigindo muito mais da musculatura”, completa.

O indicado é praticar o pilates em média duas vezes por semana de forma consistente, obedecendo aos limites do corpo. “Não tem contra indicação, aliás, é a pratica mais indicada nos consultórios médicos e de fisioterapeutas”, ressalta Sérgio.