terça-feira, 5 de agosto de 2014

15.414 pessoas passaram por cirurgia para aumento do pênis no ano passado. Só na Alemanha, foram 2.786 casos


De acordo com dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS, sigla em inglês), o maior número de homens que procuram cirurgias para aumentar o tamanho do pênis estão concentrados na Alemanha.  15.414 pessoas passaram por cirurgia para aumento do pênis no ano passado. Só na Alemanha, foram 2.786 casos. O aumento, de acordo com urologistas alemães, pode chegar a 6 centímetros no comprimento.

Mas não dá para garantir que os alemães sejam os recordistas no procedimento, ressaltou o jornal The Guardian, de Londres. Embora as cirurgias tenham acontecido no país, a nacionalidade dos pacientes não foi computada. 

No Brasil, em 2013, foram realizadas 219 cirurgias para aumento de pênis (proporção de 13 para 1 em relação à Alemanha).

Confira o ranking mundial:

1º lugar - Alemanha (2.786)
2º lugar - Venezuela (473)
3º lugar - Espanha (471)
4º lugar - México (295)
5º lugar - Colômbia (266)
6º lugar - Itália (256)
7º lugar - Brasil (219)
8º lugar - Argentina (73)
9º lugar - Estados Unidos (61)
10º lugar - Irã (12) 

Recentemente, a mesma pesquisa comprovou que o Brasil superou os Estados Unidos como o país com o maior número de cirurgias plásticas para fins estéticos no mundo. No ano de 2013, foram mais de 23 milhões de intervenções em todo o mundo realizadas, das quais 1,49 milhão de cirurgias foram no País.

Fonte: O Povo Online

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Circunferência do pênis é o que realmente importa para elas


Para casos de uma só noite, participantes não ligaram tanto para o comprimento

São Francisco, EUA. A polêmica resposta para uma das principais perguntas que permeiam o mundo do sexo agora tem um embasamento científico. E, sim, o tamanho do órgão sexual masculino é importante para as mulheres. Entretanto, a resposta pode não ser tão simples. Segundo o trabalho realizado pela Associação para a Ciência Psicológica de São Francisco, o comprimento é importante, mas a circunferência do pênis é ainda mais relevante para elas.

De acordo com informações do jornal britânico “Daily Mail”, a pesquisa teve participação de 41 mulheres que visualizaram e manipularam pênis feitos em uma impressora 3D.

Os modelos criados pelos pesquisadores variavam de tamanho entre 10 cm de comprimento por 6 cm de circunferência até 21,5 cm de comprimento por 17,7 cm de circunferência. A metodologia usada no estudo consistia em que cada participante escolhesse dois modelos: um para um relacionamento de uma noite e outro como preferência para um parceiro de longo prazo.

Para o caso de só uma noite, as mulheres selecionaram modelos com circunferência maior do que as que escolheram para relacionamentos de longo prazo.

Mas não houve diferença de comprimento entre o pênis preferido para parceiros de uma noite contra aqueles para relacionamentos de longo prazo. Em ambos, as mulheres tendem a escolher pênis com cerca de 16,5 cm de comprimento.

Sensibilidade. Segundo os pesquisadores da Associação para a Ciência Psicológica de São Francisco, nos Estados Unidos, a vagina possui uma série de locais sensíveis que detectam sensações de alongamentos e que, no sexo, possuem relação com o tamanho da circunferência peniana.

Isso poderia trazer o clitóris mais perto da vagina, o que tem sido sugerido para ajudar a alcançar o orgasmo feminino.

Dor. Por outro lado, o pênis que é demasiadamente comprido pode levar a dor cervical, segundo Shannon Leung, coordenadora da pesquisa.

A reportagem cita ainda outro estudo, de 2012, realizado com 300 mulheres, que descobriu que 60% delas afirmaram que o tamanho do pênis não faz diferença. Entretanto, entre aquelas que já tiveram orgasmo, existia uma preferência por pênis mais longo.

Apresentação

Dados. A pesquisa foi apresentada pela estudante de biologia da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, Shannon Leung, que mostrou os dados durante uma conferência.


Flash

Spam. Em Seri Kembangan, na Malásia, um homem ficou revoltado após comprar um dispositivo que prometia aumentar seu pênis e receber pelo correio uma lupa.

Fonte: O Tempo

terça-feira, 27 de maio de 2014

Tamanho do pênis pode levar a obsessão por musculação, afirma estudo


Imagem: manual do homem moderno

Uma pesquisa realizada pela Faculdade de Psicologia da Universidade Victória, de Melbourne, na Austrália, aponta que os homens se preocupam mais com a opinião de outros homens sobre a imagem de seus corpos, o peso ou o tamanho do pênis em relação ao que acha a parceira sexual.
Isso levaria os não tão dotados a trabalharem mais no ganho de massa muscular e na perda de gordura corporal para compensar as ‘perdas’.
Para chegar a conclusão, a cientista Annabel Chan Feng Yi entrevistou 738 homens pela internet, com idades entre 18 e 76 anos.
A pesquisa aponta que a preocupação dos entrevistados, principalmente com o tamanho do pênis, deixava a maioria insegura em ambientes onde outros homens poderiam vê-los frequentemente sem roupas, como vestiários de academia. O fenômeno é chamado pela especialista de “síndrome do vestiário”.
“A preocupação dos homens com o tamanho pouco tem a ver com o desempenho sexual. Na verdade, tem muito mais a ver com competição entre outros homens. A maioria sente insegurança em lugares que outros homens possam ver seu pênis, como em vestiários, mas se sentem seguros na cama”, resumiu a doutora Chan.